Artigo sobre a Síndrome de Irlen é publicado pela Revista da Associação Brasileira de Psicopedagogia

blur children class classroom
Foto por Akela Photography em Pexels.com

No último dia 2 de agosto ,  foi divulgada a publicação do historiador e psicopedagogo Mateus Barroso Sacoman sobre a Síndrome de Irlen pela revista da Associação Brasileira de Psicopedagogia.

Segundo a Drª. Débora Silva de Castro Pereira, o artigo “A Síndrome de Irlen: diagnóstico e o contexto e intervenção” tem a intenção de, através do levantamento de estudos e materiais sobre o tema, determinar as definições e sinais da síndrome, abordando também as dificuldades geradas por ela nos mais diversos âmbitos de convivência e explicitar alguns métodos de intervenção, registrando ainda algumas situações e caminhos para uma reflexão que contribua para a prática do profissional que lida com todo esse processo.

Sobre a Síndrome

A síndrome de Irlen, de caráter hereditário, constitui-se numa alteração visuoperceptual, originada por um descompasso da aptidão de adaptação à luz que gera alterações no córtex visual, assim como déficits na leitura, entre tantas outras dificuldades, interferindo diretamente no processo de aprendizagem, afetando o rendimento escolar e as relações interpessoais dos indivíduos com a síndrome.

Segundo Sacoman, é de extrema importância que sejam desenvolvidos trabalhos acadêmicos que abordem esta temática, apontando os procedimentos para a identificação e intervenção desta alteração visuoperceptual. Além disso, a ideia foi fornecer contribuições para debates e discussões em torno do assunto; contribuindo assim para que os diversos profissionais, sejam eles professores, psicopedagogos, psicólogos, entre outros, que estão relacionados com a área de educação e aprendizagem e também a área médica, saibam estabelecer o tratamento correto e procedimentos a serem desenvolvidos com as pessoas, em idade escolar ou não, que apresentem indícios desta síndrome, para que possam ser adequadamente assistidos, proporcionando assim a possibilidade de uma aprendizagem e uma vida satisfatória.

Confira o artigo na íntegra: http://www.revistapsicopedagogia.com.br/exportar-pdf/603/v36n110a10.pdf

Publicado por

Mateus Sacoman

Professor universitário, historiador e psicopedagogo. Apaixonado por futebol, comida, viajar e rock 'and' roll.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s